“Nesta Data Querida” aborda incomunicabilidade e solidão

Foto: Guto Muniz

A proposta de criação do espetáculo privilegiou a temática urbana belorizontina e sua realidade, passando por uma investigação de arquétipos cuja a universalidade serviu de contraponto a um possível e indesejado bairrismo. Os atores entrevistaram cidadãos anônimos e também buscaram inspiração para a construção de suas personagens através de fotos, imagens, poemas, fragmentos literários, músicas e notícias contemporâneas de jornais mineiros. Material base para traduzir conflitos existenciais não necessariamente regionalizados: a incomunicabilidade, a solidão em meio à massa urbana, as buscas de laços sociais, a tentativa de solidariedade, o choque das diferenças e o anseio amoroso.

Indicado ao 1º Prêmio Usiminas-Sinparc – Melhor Ator (Cláudio Dias) e Melhor Atriz Coadjuvante (Cláudia Corrêa).

Ficha técnica:
Concepção: Cia. Luna Lunera, Guilherme Lessa e Rita Clemente
Direção: Rita Clemente
Em cena: Ana Flávia Rennó, Cláudia Corrêa e Cláudio Dias

Apresentação: 08, 09 e 10 de julho
Local: Teatro de Câmara
Horário: Dias 08 e 09/07 – 20h e 10/07 – 18h
Dia 09/07: Bate-papo com o público após a apresentação
Ingressos: R$ 10,00 (inteira), e R$ 5,00 (meia-entrada)
Classificação indicativa: 16 anos
Duração: 55 minutos

Anúncios

Cia. Luna Lunera e Tuca Pinheiro apresentam montagem de “Cortiços”, baseada no texto de Aluísio de Azevedo

Foto: Thiago Lima

O texto “O Cortiço”, do autor brasileiro Aluísio Azevedo, foi o princípio de investigação para revelar as idéias que são discutidas no espetáculo Cortiços. Através da sintonia entre os intérpretes e personagens, as ações e relações contidas no texto tornam-se prioridades. O romance fornece pistas e são feitas escolhas que permitem detectar as tensões nas vidas das personagens como habitantes de um sistema. Poder, ascensão social, disputa, exploração, desgosto, submissão, perda de identidade, desengano, sedução, erotismo, alegria, musicalidade, loucura, ritual de passagem, saudades, inocência violada, perdição, vida e morte, céu e inferno. Escolhas são feitas a cada instante. 

Ficha técnica:
Concepção: Cia. Luna Lunera e Tuca Pinheiro
Direção e Coordenação Dramatúrgica: Tuca Pinheiro
Intérpretes Criadores: Cláudio Dias, Débora Vieira, Isabela Paes, Marcelo Souza e Silva e Fernando de Oliveira Pinto Coelho.

Apresentação: 05 e 06 de julho
Local: Teatro Renascença
Horário: Dia 05 de julho – 20h e 06 de julho – 20h
Ingressos: R$ 10,00 (inteira), e R$ 5,00 (meia-entrada)
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 16 anos
Duração: 70 minutos